segunda-feira, 21 de maio de 2018

Deixar crescer


"Espere pelo milagre - como o jardineiro pela primavera".
Esta frase do poeta Antoine de Saint-Exupéry esta prenhe de sabedoria para nossa vida de cada dia.
Milagres não podemos fazê-los. Eles normalmente não acontecem lá onde as pessoas correm freneticamente de cá para lá, querendo conseguir algo à força. Eles acontecem lá onde as pessoas sabem esperar. O milagre da florescência só o observa quem sabe esperar, como o jardineiro. O jardineiro prepara com seu trabalho o caminho da primavera, mas ele não consegue antecipá-la em nenhum segundo. A primavera vem quando quer. O jardineiro só pode aguardar.
Muitas pessoas têm hoje dificuldade para esperar. Acham que tudo deve ser feito no espaço de tempo mais curto possível. Mas onde alguma coisa tem de realmente crescer, há necessidade do paciente esperar. As relações entre as pessoas precisam de tempo para crescer. Um processo de grupo precisa de tempo. Muitas empresas sujeitam-se hoje à pressão generalizada de que em dois anos precisam apresentar resultados lucrativos. Ainda que sejam muitas vezes só de curto prazo. O que foi conseguido em tempo demasiado curto também se perde muito rapidamente. O crescimento precisa de tempo. Isto vale também para o processo de crescimento do indivíduo. Quando alguém é paciente consigo mesmo, sabe esperar, colherá os frutos de seu amadurecimento.

GRÜN, Anselm. O livro da arte de viver. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004. p. 100.



Flores
 Pintura de Victor Gabriel Gilbert (1847-1933.
 www.pinterest.com

domingo, 22 de abril de 2018

A verdadeira escuta


A escuta é uma abordagem de humildade, em que colocamos o outro antes de nós mesmos. Os grandes narcisistas não escutam bem, e nos momentos em que estamos ansiosos, eufóricos ou tomados por muitas preocupações autocentradas, não somos capazes de escutar com qualidade. Embora, às vezes, possamos fingir escutar!
Na escuta encontram-se três mecanismos fundamentais: o respeito pela palavra alheia, o deixar vir e a capacidade de se deixar tocar. Respeitar a palavra é primeiramente não julgar o que o outro diz enquanto o escutamos. É muito difícil! Automaticamente, tendemos a formar um julgamento: apreciamos ou não, concordamos ou não, achamos que está certo ou errado. É difícil impedir que esse julgamento venha à mente, mas toda vez que o percebemos podemos nos dar conta e nos desapegar dele, para voltar de melhor maneira possível a uma verdadeira escuta.[...].

Christophe André - psiquiatra, pioneiro na introdução da meditação na psicoterapia.


In: ANDRÉ, Christophe; JOLLIEN, Alexandre; RICARD, Matthieu. O caminho da sabedoria: conversas entre um monge, um filósofo e um psiquiatra sobre a arte de viver. São Paulo: Alaúde Editorial, 2016. p. 111-112.



Pintura de Dante Gabriel Rossetti (1828-1882)

sexta-feira, 30 de março de 2018

Notas de Aromaterapia: Alecrim


Patrícia Davis em seu livro Aromaterapia nos ensina como evitarmos a fadiga mental:

Qualquer dos óleos essenciais classificados como estimulantes ou cefálicos pode ajudar a reduzir a fadiga mental, embora seja uma grande imprudência usar qualquer um deles em excesso. [..].
Os óleos de Alecrim, Hortelã-Pimenta e Manjericão são os mais utilizados para essa finalidade, sendo que, entre eles, sempre considerei o de Alecrim o mais útil, apesar de conhecer pessoas que têm grande confiança no de Manjericão. Um banho com 6 gotas de óleo de Alecrim será maravilhoso quando acordarmos já exaustos pela manhã, sabendo ter pela frente um dia árduo. A Hortelã-Pimenta é mais usada na forma de chá, o que é bem mais seguro do que o uso de chá forte, de café para nos ajudar durante uma longa jornada de trabalho.
Um dos meus métodos favoritos para manter-me alerta e com a mente desanuviada consiste em colocar 12 gotas de óleo de Alecrim em um vaporizador de óleos essenciais situado sobre a minha escrivaninha. Em circunstâncias em que isso não é possível, como quando estamos ao volante durante uma longa vagem, podemos colocar uma única gota de Alecrim em cada pulso, de modo que, ao movimentarmos as mãos, o vapor seja liberado para que o inalemos. Às vezes recorro a esse método quando estou escrevendo. [...]".

FONTE: DAVIS, Patricia. Aromaterapia. São Paulo: Martins Fontes, 1996. p. 187.


Alecrim (Rosmarius officialis).
William A.R. Thomson. Guia Práctica ilustrada de Las plantas medicinales. 1978.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Coragem: uma qualidade inata da alma


Sucesso, saúde e sabedoria são atributos naturais da alma. A identificação com pensamentos e hábitos debilitantes, bem como a falta de concentração, perseverança e coragem, são responsáveis pelas tribulações devidas à pobreza, à má saúde, etc.
Você paralisa sua faculdade de buscar o sucesso com pensamentos de medo. O sucesso e a perfeição tanto da mente quanto do corpo são qualidades inerentes ao homem porque ele foi feito à imagem e semelhança de Deus. Para revindicar esse direito de nascença, porém, devemos primeiro nos livrar da ilusão de nossas próprias limitações.[...].
Um novo dia é uma oportunidade nova, para o ego humano, de empreender mais e mais ações heroicas. Enfrente cada pessoa e cada circunstância no campo de batalha da vida com a coragem do herói e o sorriso do conquistador. O que quer que se atravesse em seu caminho ou exija sua atenção tem de ser considerado um dever. O dever não é imposto ao homem por um poder superior. Ele é o impulso da vida rumo ao progresso. Negligenciar o dever é fonte de males que podem ser evitados pela sabedoria.
Não se relacione com pessoas que se queixam o tempo todo da vida. Essas pessoas podem arruinar sua espiritualidade recém-desperta, que lembra uma plantinha tenra crescendo dentro de você. Evite-as e tente ser sempre feliz, não importam as circunstâncias. Deus não se revela a ninguém que não esteja feliz e contente.

YOGANANDA, Paramhansa. Como ter coragem, serenidade e confiança: a sabedoria de Yogananda /Paramhansa Yogananda. São Paulo: Pensamento, 2012. p. 13-15.

Cattleya grandis var tenebrosa. warner,
R.; Williams, B. S. The orchid album, v. 1897, 1887.
www.plantillustrations.org


segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

A busca da felicidade no lugar errado


Buscar a felicidade fora de nós mesmos é como tentar agarrar uma nuvem. A felicidade não é uma coisa: é um estado mental. Precisa ser vivida. Nem o poder mundano nem os esquemas de ganhar dinheiro poderão jamais captar a felicidade. A inquietação mental resulta de uma percepção voltada para fora. E essa inquietação significa que a felicidade sempre se mostrará esquiva. O poder temporal e o dinheiro não são estados da mente. Uma vez obtidos, apenas diluem a felicidade. Com certeza não a podem concentrar.
Quanto mais dispensamos nossas energias, menos poder nos sobra para aplicar a um empreendimento específico. Os hábitos envolventes da preocupação e do nervosismo brotam de profundezas abissais no subconsciente, lançando tentáculos à volta de nossa mente e eliminando de vez toda a paz interior que porventura tenhamos desfrutado.
A verdadeira felicidade nunca será encontrada fora do Eu. Quem a procura ali age como se estivesse à cata do arco-iris em meio às nuvens!

YOGANANDA, Paramhansa. Como ser feliz o tempo todo: a sabedoria de Yogananda. São Paulo: Pensamento, 2008. p. 11.


Babianas.
The Floral Magazine, Londres, nov. ser.  v. 2, 1878.
www.biodiversitylibrary.org

domingo, 12 de novembro de 2017

O poder da bondade e simpatia


Cultivar a bondade e a benevolência para com toda a criação é uma atitude de grande importância para o progresso.
A bondade alarga o horizonte da consciência e produz uma expressão maior de vida.
Ela produz também a tendência a manifestar as melhores qualidades e nada realiza um aumento tão grande no poder interno como o emprego das melhores qualidades possuídas.
Tanto a alma como a mente tendem a desenvolver seus poderes por meio dos atos de uma bondade genuína.
Na realidade, ninguém pode receber as maiores riquezas internas sem dar, pela atitude de bondade, tudo o que já possuía de qualidades pessoais.
Quanto mais derdes à humanidade, pelo cumprimento dos encargos de vossa situação, mais as vossas forças, poderes e capacidades se desenvolverão e mais recebereis da ilimitada fonte interna.
Essa é uma lei da qual nem o materialista pode escapar.
Entretanto, essa dádiva de vossa parte só é real quando é feita de coração, sendo então uma expressão de vossas forças para um grande objeto.
Para que a vossa atitude de bondade e benevolência seja real, é preciso que façais tudo o que vos compete fazer com grandeza de alma e com sentimento de profunda bondade e benevolência para com tudo o que exige o vosso cuidado e atenção.
A bondade leva à simpatia, pois que ela desperta em vós uma compreensão íntima da natureza real das coisas.
A atitude de simpatia está sempre ligada à bondade e benevolência, sendo também um estado mental de grande importância. [...].

CAMAYSAR, Rosaris. O despetrar da alma. São Paulo: Editora "O Pensamento", 1934. p. 91-92.

Azalea indica var. variegata.
 Paxton´s Magazine of Botany, and Flowerin Plants. London. v.7, 1841.
www.biodiversitylibray.org

sábado, 11 de novembro de 2017

Ressonância


A gratidão torna as pessoas agradáveis. Gostamos de conviver com pessoas gratas. A gratidão é uma condição para que eu possa efetivamente encontrar o outro e também queira isso. Não gosto de me abrir diante de uma pessoa ingrata. Tenho a impressão de que minha abertura não produz nenhuma ressonância. A gratidão é a base da ressonância sobre a qual acontecem as conversas e encontros. Por isso, o sentimento de gratidão é vital para uma boa comunidade. A gratidão é a expressão concreta de que eu aceito o outro, de que estou feliz por ele estar na minha comunidade. Esses sentimentos devem ser expressos para que se mantenha o bom nível emocional em uma comunidade.

GRÜN, Anselm. Deixe as preocupações de lado e viva em harmonia. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010. p. 99-100.


Alstroemeria pulchella var pilosa.
 Edwards´s Botanical Register. v. 17, 1831.
www.biodiversitylibrary.org