sexta-feira, 17 de junho de 2016

A palavra mágica


"Aprendam a falar com amor e doçura, não só aos seres humanos, mas também aos animais, às flores, aos pássaros, às árvores, a toda a natureza, pois se trata de um hábito divino. Aqueles que sabem dizer palavras que inspiram, vivificam, têm uma varinha mágica na boca, e nunca pronunciam essas palavras em vão, pois sempre há na natureza um dos quatro elementos, a terra, a água, o ar ou o fogo que está presente, atento, esperando o momento de manifestar tudo aquilo que foi expressado. Pode acontecer que a realização se efetue muito longe daquele que forneceu as sementes, mas saibam que ela sempre ocorre. Assim como o vento leva os grãos e os semeia longe, nossas boas palavras batem asas para produzir magníficos resultados longe dos nossos olhos. Se vocês aprenderam a dominar seus pensamentos e seus sentimentos, a cultivar um estado de harmonia, de pureza, de luz, sua palavra produzirá ondas que agitarão de maneira benéfica sobre toda a natureza".
 

 
AÏVANHOV, Omraam Mikhaël. Regras de ouro para a vida cotidiana. Rio de Janeiro: Nova Era, 2010. p. 71-72.
 
 
 





Nenhum comentário:

Postar um comentário